Páginas

Compartilhe

sábado, 30 de julho de 2011

O Amigo (Sergio Lopes)

O amigo que eu encontrei me surpreendeu
Quando todos me deixaram Ele me acolheu
E sarou minhas feridas, das algemas me livrou
Lhe falei do meu dilema e Ele me escutou
Lhe falei do meu passado e me perdoou
Isso teve um alto preço que Ele já pagou
Me mostrou as mãos feridas por amor de muitas vidas
E uma dessas muitas vidas era eu
Quem nesse mundo amor tão grande pode ter
De entregar a própria vida sem temer?
Quem já sentiu a dor de ser cravado em uma cruz
Pagando pelos erros que não cometeu?
E olhar nos olhos de quem tanto mal lhe fez
E sem ressentimento oferecer perdão
Quem pode ser melhor amigo que O Senhor
Que pelo servo a própria vida renunciou?
Quem pode ser melhor amigo que O Senhor
Que pelo servo a própria vida renunciou?

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Eu sou assim...

Eu sou assim, esse é meu jeito, e sei que muitos não gostam de mim por isso.
Falo o que penso e se não estou bem, eu não estou bem... Não vou mais sorrir pra esconder minhas lágrimas, se elas te incomodam é sinal de que você não é meu amigo(a).
Não vou mais fingir que esto9u bem para agradar a maioria!!
Amigos??? 
Por favor, meu estoque está em baixa...
Alguém se candidata a ser amigo(a) de uma menina que:
fala o que pensa; não esconde mais seus sentimentos e que não vai mentir pra te agradar???
Um amigo de verdade, percebe no meu olhar a lágrima que ainda nem nasceu, sabe quando meu sorriso é sincero e se estou realmente feliz...
Não precisa saber o número que eu calço, mas sabe qual é minha cor preferida!!
E quando estou mal, sabe que não precisa dizer nada, basta apenas sentar e me deixar chorar no seu ombro.
Eu sou assim, a Livia é assim...
Foi assim que Deus me fez, esse é meu caráter...
Gosta? Seja bem vindo(a)!!
Não gosta? Sinto muito, não vou mudar pra você gostar de mim...
Tenho tantos problemas que minha vida daria um livro com o seguinte título: TUDO O QUE VOCÊ NÃO PODE SER. 

sábado, 16 de julho de 2011

Pense:

"Não é porque você diz o que vai fazer que você está certo..."

domingo, 10 de julho de 2011

Ainda fiquei por uns minutos olhando pela janela, as luzes das casas distantes esperando pra ver se você voltava...
Mas era tarde, de alguma forma minhas palavras a magoaram profundamente.
e olha que eu falava de mim, em todo o momento eu estava falando de mim. Mas você não compreendeu, por mais que eu me esforçasse para explicar, você não entenderia, pois só compreende aquele que sofre do mesmo mal.
E não sofremos do mesmo mal... O mal que me consome está na minha cabeça, isso eu já compreendi, o que eu não compreendo é porque tudo fugiu ao meu controle tão de repente. Não consigo ter tempo para refazer tudo, porque antes que um mal seja desfeito, outro infortuno me acontece...
Já nem sei mais como lidar com tudo isso, e nem tomo mais meus remédios...
Prefiro não dormir, porque o medo de não acordar me aborrece a cada instante que encosto a cabeça no travesseiro.
E às vezes, preferia não acordar, sabendo do quanto minha presença, meu falar e respirar incomoda os que me cercam...
Já passei por várias fases na minha longa vida, mas nenhuma foi tão difícil, tão trabalhosa.
Se eu sobreviver, espero também que essa seja a que mais valeu a pena. Porque a luta está sendo difícil, a batalha está dura demais, e a dor já me consome...
Guardo segredos, no mais profundo lugar do meu ser...
Certa vez um homem me disse que a alma é o porão do nosso cérebro. Tudo o que não gostamos, guardamos lá... E é lá, na minha alma, que moram os meus segredos.
É lá que eu os escondo, e tento não revelá-los jamais.
Mas quando sinto segurança em alguém e algum desses segredos me escapa pela boca, causa grande tragédia.
E são segredos meus, paranoias minhas. Que deveriam incomodar somente amim.
Mas que incomodam a todos os que me cercam.
Hoje, revelei a você um de meus segredos, um que jamais contei a ninguém. E você não compreendeu. Talvez por não estar preparada ou por eu ser complexa demais... Mas do que eu estou falando?
Não há nada de complexo! Na verdade tudo é simples e claro demais.
Não sirvo para ter uma vida social.

sábado, 9 de julho de 2011

Estou triste.
Não que eu tenha um bom motivo para isso(e eu tenho!), mas nada está muito bem pra mim...
Todo mundo tem seus monstros, seus gigantes que lhes dá medo, só não gostam de contar, mas todo mundo tem.
Os meus monstros, de alguma forma, têm crescido de forma descontrolada, e eles não ficam quietinhos embaixo da minha cama esperando a noite chegar não, eles me atacam a qualquer hora do dia!!!
E isso tem me deixado bastante chateada.
Porque eles me impedem de seguir adiante... Me amarram de alguma forma em um passado que insiste em voltar...
Pra ser sincera, falando a verdade, já deixou de ser passado há muito tempo!
Se tornou um presente constante na minha vida.
Um presente que eu não gostaria de viver.
Se eu pudesse, passaria direto do passado(ontem)e iria para um futuro beeem distante...
Um futuro de perder de vista. E quem sabe lá eu encontraria essa sensação que acolhe tanta gente que é a felicidade!
Ahh a felicidade...
Essa é minha utopia...

sexta-feira, 8 de julho de 2011

O dia já está clareando, vejo o sol aos poucos nascendo
Passei a noite acordada, pensando em tudo o que está acontecendo
Na revolução do Brasil, na revolução da minha vida
E quanto valor eu tenho dado a Ti, que escreveu toda essa história.
O que eu tenho feito por Você e pelos seus perdidos?
Pelos meninos e meninas que ainda não O conhecem...
E quando estou com o microfone na mão, estou cantando ou louvando?
E quando eu me arrumo e vou para o Teu templo
Eu me visto para os outros ou para Ti?
Quero ser exemplo de vida e atitude...
Não posso ser a menina medíocre sem nada a oferecer.
Eu quero ser a mulher que vai fazer a história mudar!
A história de muitas vidas, de muitas almas.
O exemplo das crianças e a citação dos idosos.
Quero incomodar, dar o que falar.
Falar de Jesus!!!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

O porre.

Não é pra qualquer um...Juro que não!
Você começa tendo a certeza de que é diferente dos outros, que tem autocontrole. 
Bebe o primeiro copo, acha estranho... Não é um sabor muito comum... Tá certo que se parece bem com o sabor de um suco concentrado, mas o álcool dá uma certa estranheza na bebida.
Mas, como sou diferente de todo mundo, continuo, peço mais um copo.
E sabe que no segundo copo o gosto já começa a ficar mais agradável?
Você começa a reparar mais na música. Tem um balanço legal...
E você meio sem perceber começa a se sacudir com o balanço da música, e pede mais um copo.
Começa a perder a noção de volume e já dá gargalhadas altas, sem se importar com nada!!!
Aumenta o som aêe...
E lá vai mais um copo... 
Eita! Tira a mão de mim, eu sei o que tô fazendo!!!
Começa a sentir um calor, o vinho já não tem mais gosto, você bebe e já nem sabe do que se trata mais...
E dá aquela vontade de ir ao banheiro. Segura a minha bolsa que eu já volto...
Meldeus!!!!!!!!!!!!!!!
Tá tudo rodando... Tentei levantar mas não deu...
Credo, rodou tudo, me deu um enjoo... O que tá acontecendo comigo? O chão está se movendo.
Ei, me ajuda! A culpa é sua!!! 
E você, tá olhando o quê? Tá vendo sua mãe aqui?

É assim que começa... Você já perdeu o controle de tudo nesse momento.
Na verdade você começou a perder o controle quando pediu o primeiro copo!!!


Acorda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Não dá tempo pra brincar, pra fingir que você é o super-homem ou a mulher maravilha...

Não faz vergonha...
Você tá de porre, vamos, vou te levar pra casa...
Um bom banho frio vai fazer você reencontrar a boa e velha "vergonha na cara".
Que mico heim...